- Os alunos DEFERIDOS tiveram a bolsa renovada para o ano de 2015.

- Os alunos com resultado PENDENTE ainda não foram avaliados pelas respectivas COAA's, entretanto a bolsa continuará sendo paga normalmente e aguardaremos  a remessa das avaliações. Nova lista será divulgada em 13/03/15.

- Os alunos com resultado INDEFERIDO poderão apresentar recurso na  secretaria acadêmica do seu curso, no período de 9/03/15 a 13/03/15. O comprovante de entrega do recurso deverá ser entregue na Div. de Apoio ao Estudante até o dia 16/03/15, no horário compreendido entre 9:30h e 16:30h. Caso essa comprovação não seja efetuada, o aluno será excluído do programa em abril/15.

 

CLIQUE AQUI PARA VER O RESULTADO

 

DAE, 6/03/15

 

Programa Bolsas de Acesso e Permanência - Programa BAP

A UFRJ instituiu, a partir de 2013, seu Programa de Bolsas de Acesso e Permanência (Bolsas BAP) para apoio aos alunos ingressantes nos cursos de graduação, através das vagas reservadas a candidatos que concluíram o ensino médio na rede pública e renda familiar abaixo de 1,5 salário mínimo per capita. Os benefícios mensais previstos no Programa BAP incluem auxílio de R$ 400,00 (quatrocentos reais) e apoio a transporte público.
A importância do Programa BAP impõe a adoção de procedimentos sempre muito criteriosos e confiáveis para que se evitem falhas ou erros no controle da sua administração.
A experiência acumulada pela SuperEst na gestão do Programa BAP demonstrou a necessidade de um período mínimo de 02 (dois) meses para garantir a realização de um trabalho sério e consequente para a avaliação e confirmação das condições socioeconômicas dos alunos ingressantes elegíveis ao Programa. Essa necessidade orientou a decisão, já anunciada pela SuperEst, de se antecipar o pagamento correspondente a 02 (duas) parcelas do valor do auxílio (2 x R$ 400,00 = R$ 800,00), o que poderá inclusive ajudar na instalação dos beneficiários. Nos próximos 02 (dois) meses, as assistentes sociais da SuperEst estarão avaliando e confirmando as condições socioeconômicas e de necessidade de transporte. Uma vez confirmadas as informações declaradas, o aluno passará a receber o benefício integral e será oficializado como participante do Programa BAP.

       Prof. HELIO MATTOS                                                                                 prof. CARLOS LEVI
             SupertEst                                                                                                      Reitor

 

4/03/15

Conforme a nota de esclarecimento acima, os alunos ingressantes, em 2015-1, pela cota de escola pública e renda de até um e meio salários mínimos per capita  terão direito à antecipação do valor referente a dois meses  da BAP ( R$ 800,00) pagos em parcela única, por meio ordem bancária de pagamento.

Para garantir o recebimento desse valor, o aluno cotista deverá:

- Comparecer à Divisão de Apoio ao Estudante – DAE, no Prédio da Reitoria – sala 809 – Campus Fundão. Horário de atendimento: de 9:30h às 16:30h.

- Prazo: Até o dia 23/03/15

- Apresentar cópia do comprovante de inscrição em disciplinas para 2015-1

- Apresentar cópia de documento de identificação onde conste nº de CPF

- Apresentar cópia de comprovante de residência no Rio de Janeiro (qualquer conta, correspondência bancária etc)

 

Os alunos do Campus Macaé poderão fazer a entrega da documentação na Secretaria Acadêmica do referido Campus.

 

 

DAE, 27/02/2015

A UFRJ iniciou nesta terça-feira, 18 de novembro, uma pesquisa destinada a conhecer o perfil socioeconômico e cultural de seus alunos de graduação, com o objetivo de aprimorar as políticas de assistência estudantil.

Um questionário estará disponível até o dia 18 de dezembro no site www.perfil.ufu.br e permitirá que a UFRJ conheça melhor, além do perfil econômico do aluno, dados sobre vida acadêmica, moradia, trabalho e renda, família, saúde e qualidade de vida, e dificuldades enfrentadas por eles em suas rotinas acadêmicas.

Foram reavaliados os recursos que apontaram e comprovaram alteração da situação socioeconômica familiar apresentada na seleção, conforme disposto no item 3.4 e 3.5, respectivamente, nos Editais de Bolsa Auxílio e Benefício Moradia para 2014-2.

Alguns alunos  foram selecionados para a Bolsa Auxílio, após análise dos recursos. (clique AQUI para ver a listagem).

Em relação aos recursos para o Benefício Moradia não houve alteração quanto ao resultado do processo seletivo.

 

 

DAE, 31/10/14

As bolsas de assistência estudantil (Bolsa Auxílio, Auxílio Manutenção, Bolsa de Acesso e Permanência e respectivos auxílios transporte e Auxílio Moradia Emergencial para o Rio de Janeiro e Macaé) são pagas com recursos orçamentários do Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES.

No ano de 2014, para implementar o programa de bolsas de assistência estudantil, foram destinados R$ 37 milhões. Para dar transparência à destinação desse recurso orçamentário, informamos a planilha de custos de pagamento de bolsas de assistência estudantil de Janeiro a Outubro/2014.

 

Clique AQUI para ver a planilha

 

SUPEREST, 31/10/2014

Dentre as competência da Superintendência Geral de Políticas Estudantis estão a análise e concessão das Bolsas de Assistência Estudantil (Bolsa Auxílio, Benefício Moradia, Bolsa de Acesso e Permanência) destinadas a alunos com hipossuficiência socioeconômica. Também implementamos ações na saúde, no estímulo aos Esporte, Cultura e Lazer e na inclusão e acessibilidade, combate às discriminações etc.

O perfil do nosso alunado vem mudando nos últimos poucos anos, em razão do ingresso via ENEM/SiSU e da implantação da Lei de Cotas. Temos um maior número de alunos provenientes de outros Estados e Municípios, mais alunos em condição de desigualdade socioeconômica, mais alunos portadores de necessidades especiais.

Para melhor dimensionamento das políticas de Assistência Estudantil, para embasar os pedidos de verbas que fazemos ao Governo Federal e Congresso Nacional, para melhor direcionamento de nossas ações precisamos conhecer nosso alunado. Para tanto iremos solicitar que todos os alunos de graduação da UFRJ, presencial ou não, respondam a um questionário on-line que está em fase final de preparação. Isso vem sendo feito a cada 3 anos em todas as Universidades Federais do país.

É importante destacar que não queremos apenas o perfil dos alunos hipossuficientes. Precisamos saber o perfil de todos os nossos alunos, em cada curso, em cada escola, em cada Universidade. É fundamental que todos respondam.

Mais detalhes e o próprio formulário serão divulgados em breve.
Abaixo reproduzimos mensagem do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis – FONAPRACE, órgão assessor da Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – ANDIFES, responsável pela pesquisa.

SUPEREST, 23/10/14

Caros Estudantes
Buscando conhecer melhor e dar visibilidade às necessidades dos estudantes das Instituições Federais de ensino superior, será realizada a 4ª Pesquisa Nacional do Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes das IFES.
A pesquisa será realizada por meio do preenchimento online de um questionário que estará disponível na página da Pró-Reitoria correspondente.
Esta pesquisa nos permitirá conhecer e contribuir para:
- planejar as ações destinadas aos estudantes nas diversas áreas/setores de cada instituição;
- analisar os impactos da combinação SiSu/Cotas nas Instituições Federais de Ensino Superior, permitindo a construção de indicadores para o planejamento de ações e serviços e o apontamento na necessidade real de recursos financeiros;
- o aprimoramento da discussão acerca das áreas de cobertura do Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES e a necessidade de inclusão de novas demandas;
- subsidiar o Fonaprace na elaboração e defesa da proposta de criação da Política Nacional de Assistência Estudantil – como política de Estado - em substituição ao Programa Nacional de Assistência Estudantil hoje programa de governo.
A sua participação, como sujeito central neste processo é fundamental para fortalecer a luta pela democratização do acesso ao ensino superior e a permanente defesa de uma Universidade pública, gratuita, democrática e popular.
Contamos com sua colaboração para o sucesso desta pesquisa.

Brasília, 10 de outubro de 2014.

Sylvia do Carmo Castro Franceschini,
Coordenadora Nacional do FONAPRACE.

UFRJ SuperEst - Superintendência de Políticas Estudantis
Desenvolvido por: TIC/UFRJ